Seu Caetano

Sábado de manhã não é o melhor dia para se cortar o cabelo, mas como já venho enrolando minha esposa há semanas, hoje eu decidi que não dava mais pra adiar. Saí cedinho, deixei o carro no estacionamento do supermercado Piratininga e fui em direção ao salão que costumo frequentar, do outro lado da rua. Pelo horário, oito e meia da manhã, imaginei que já estaria aberto e cheio, com uma boa fila de espera. Qual nada! Encontrei a porta de vidro do salão fechada, as luzes apagadas e um homem, com cara de faxineiro, mexendo nas coisas lá dentro. Bati no vidro e indiquei o pulso, querendo saber que horas ia abrir.

O homem veio até a porta e anunciou que já estava aberto. Perguntei se as cabeleireiras já estavam para chegar. Ele praguejou, disse que elas eram um bando de preguiçosas, que só chegavam depois das nove e meia e me convidou para entrar. Eu arregalei os olhos…!

__E o senhor acha que eu tenho tempo sobrando pra ficar uma hora, aqui, esperando elas chegarem? Desculpe,  tenho mais o que fazer! – dei meia volta, já ia saindo, quando escuto o homem me chamar.

__Não, não, espera aí, moço! Eu corto o seu cabelo!

Tentei esconder minha surpresa, eu já frequento o salão há quase um ano e ali só trabalham mulheres…Pensei, o que será que esse cara tá querendo? As luzes nem estavam acesas dentro do recinto, ninguém por perto na rua, se eu entrasse ia ficar à mercê dele. Mas havia algo de familiar naquele senhor que me fez confiar, talvez o sotaque caipira muito carregado, a postura do corpo, não sei o que foi, o fato é que relaxei, entrei e me sentei na cadeira. Pra desencargo de consciência e meio que pra puxar conversa, perguntei à queima-roupa:

__Faz tempo que o senhor corta cabelo?

__Ah, meu filho, eu faço corte de cabelo desde os 17 anos, sempre foi essa minha profissão, é o que eu faço de melhor na vida! Hoje aposentado, mas se eu ficá em casa o tempo não passa, por isso eu me ofereci pra cobri a licença maternidade da mocinha que trabáia aqui… E então, como é que ocê qué o cabelo? Máquina 1 ou máquina 2? Devéde ele no meio ou no lado?

__Seu nome como é…?

__Caetano, moço, o povo me cunhece de Caetano.

__Seu Caetano, faça do jeito que o senhor achar que fica melhor, eu sempre deixo por conta de quem corta. O seu ponto de vista, daí de cima, é muito melhor que o meu. Só quero que divida no meio, o resto é por sua conta.

Seu Caetano entendeu o recado e foi metendo a máquina, sem dó. Nessa hora botei os olhos nas mãos do sujeito, vi que eram grosseiras, estavam mais pra quem pega numa enxada do que pra barbeiro, ele tinha até dificuldade de pegar na máquina…

__Desculpe perguntar, mas o senhor trabalha de alguma outra coisa além de barbeiro?

__Não, meu filho, o que eu sei fazê é cortá cabelo, di quarqué mudelo que o freguês pidi!

__É que eu reparei nas suas mãos, parece de gente que trabalha na roça, o senhor não pega numa enxada, não?

__Ah, mas essas mão é de pescadô, até o mes passado eu morava na praia, em Caraguá, voltimeia tava nos costão jogando uma linha pra modi garanti a mistura. Lá era muito bão, agora num posso mais, morando aqui em Sum Zé dus Campo não tem como.

__É mesmo? Mas então por que o senhor se mudou pra cá, se lá na praia era tão bom, seu Caetano?

Pelo espelho pude ver o homem murchar, os ombros caíram e ele me respondeu numa vozinha chorosa, de lá de dentro da garganta:

__É que a muié morreu, num dava mais pra continuá sozinho na mesma casa que nóis viveu 50 ano junto… Eu vim morá co’a fia pra cá.

Quis me esconder debaixo do pano nessa hora, mas preferi preencher o mal estar com mais palavras…

__O senhor me desculpe a perguntação, acabei trazendo lembrança ruim…

__Nada não, filho, num presta ficá guardando essas coisa no peito, o bom é falá pra modi alinviá! Minha esposa morreu de santa que era, quase que num saía, num tinha vício, ficava embuchando em frente da televisão, tinha  sistema nervoso e no fim morreu de diabete. Inssestí pra véia se misturá no meio de gente, mas num teve como mudá a cabeça dura dela. Foi se cansâno de vivê e apagô, quieta, sem dá um pio de .

__Sinto muito, faz tempo que ela se foi?

__Faz mes e meio, moço. Mas num si incomódi não, que eu, graças a Deus tenho o meu trabalho e assuntando com tudu que é tipo de gente que vem cortá cabelo, e qué sabê de uma coisa? No fim do dia eu to mais disposto do que de manhã cedo! Posso inté ficá sem armoço, se tivé trabaiâno esqueço inté de comê!

__Puxa vida, o senhor deve gostar muito desse trabalho!

__Se eu gosto? O meu trabáio é a minha saúde! Deus me livre e guarde de não podê trabaiá um dia. O senhor sabe que eu tenho 76 ano e nunca tomei num tomei remédio de farmácia? Sei fazê garrafada pra tudo que é sintoma, isso quem me ensinou foi minha avó, que era meio descendente de índio, o pai dela foi caçado a laço…

E seu Caetano foi desfiando sua vida, dizendo quantas canoas já tinha abrido no machado, quantos quase afogados tirou do mar, de quantos tubarões já tinha escapado… Quando vi, meu cabelo já estava cortadinho, o pescoço navalhado e ele já me rodeava com espelho, pra saber se eu tinha gostado.

__Tá ótimo, seu Caetano, quanto eu devo pro senhor?

__É déi real, moço!

Tirei da carteira uma nota de 20 e entreguei pra ele, que foi procurar troco. Não tinha. Eu disse a ele que ia ao caixa eletrônico no supermercado, tirava o dinheiro e voltava pra pagar em seguida, que ele ficasse com a nota de 20, de garantia que o freguês não ia fugir. Ele recusou terminantemente, disse que eu levasse o dinheiro, que trocasse a nota, que ele esperava, não tinha problema. Fiquei emocionado, essa confiança é coisa que não se encontra mais nos comércios grandes e impessoais, em que todo mundo é empregado e morre de medo de perder o emprego. Olhei nos olhos dele e agradeci comovido:

__Seu Caetano, o senhor não sabe como eu fico feliz de ver que ainda tem gente que acredita em gente! Agradeço pela sua confiança.

__Meu fio, o véio Caetano aqui sabe muito bem com quem cunversa, vá lá trocá o dinheiro.

Ganhei o meu dia.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

15 Respostas to “Seu Caetano”

  1. chicoabelha Says:

    Tão linda essa interpretação… Grato, Edna!

  2. edna Says:

  3. edna Says:

    Eu tbm…Não sei o que seria de mim sem minha criança!

  4. chicoabelha Says:

    Espero que a criança nunca me abandone… que ela seja o combustível da carcaça, sempre!

  5. edna Says:

    Tbm gosto disso, de nunca deixar de ser criança…É muito gostosa essa expontâneidade que só criança tem! E qd a gente se permite ser assim, inocente, ganha o direito de dizer o que pensa e tocar o outro que rejuvenesse também…

  6. chicoabelha Says:

    É o menino que mora em mim, às vezes ele mostra a cara…

  7. edna Says:

    Esta mandando bem nos dois…Gostei mais da foto que postou no blog do YB…Tá com um olhar maroto…Um ar de mistério!

  8. chicoabelha Says:

    Ah, imagem é com a Coca-Cola, eu prefiro cultivar o meu conteúdo…

  9. edna Says:

    Tem uma imagem a preservar…Imagem de Chico Abelha urbano!

  10. chicoabelha Says:

    Ixi, não basta a esposa, agora até quem não se arranha reclama da barba!?! rsrsrsrs!

  11. edna Says:

    Que gostoso te ver! E não é que é repartido no meio mesmo! Isso não é máquina 2 não…Maquina 1 e 2 deixa careca… Acho que é um número maior…Talentoso o barbeiro…Ficou bom!
    Recebeu o elogio pq é um menino obediente e corta o cabelo deireitinho…
    Na foto parece que tem uma barbinha por fazer…Se fizer recebe outro elogio!
    Bj Chico Abelha!

  12. chicoabelha Says:

    Acho que a foto tem que ser no yubliss. aqui não sei se entra… vou tentar…

    [http://www.yubliss.com/dynamic/users/6/e50f485ab6449681bf04313fd99bae22af8484d2.jpg]

  13. edna Says:

    Pergunto pq uso máquina pra cortar o cabelo de meu marido e usoo 1 ou zero e não imagino como se pode dividir um cabelo tão curto…
    Posta uma foto de seu teto novo! Quero saber pq mereceu elogios…

  14. chicoabelha Says:

    Não sei Edna, nem sei a diferença entre uma e outra! rsrsrsrsrssr! Só sei que eu chego em casa e ganho elogios! rsrsrsrs!

  15. edna Says:

    Você corta máquina 1 ou 2 afinal?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: