Seu Genildo

484295_10151286255036607_1464128411_n

Seu Genildo está pintando minha nova casa nas horas vagas. Chega lá pelas 5h e vai embora um pouco antes da novela das 9 na Globo, que ele não perde de jeito nenhum. Sua casa fica um pouco abaixo da minha, uns 300 metros pela esburacada estrada de terra. De shorts, sem camisa e uma surrada havaiana nos pés, quem olha seu Genildo não imagina que ele tem 5 carros semi novos na garagem de sua casa. Diz ele que tal fartura é para não ficar na mão na hora de sair; se um carro falhar, ainda tem mais 4…

Enquanto enche com massa corrida os buracos das paredes, este senhor de 49 anos vai me contando sua infância em Brasópolis.

__A vida hoje é muito boa, Chico. Essa molecada tem de tudo do bom e do melhó. É computador, é televisão, é vido gueime e ainda reclama. Sabe quando eu fui botar o meu primeiro sapato nos pé? Com 13 anos! Nóis andava era descalço memo. Dava dó de botá aquele sapato novinho de couro, naquele poerão da roça. Eu carregava ele na mão e só carçava quando chegava perto da cidade.

Outro dia me preparei um chá e levei para seu Genildo, que tomou de uma golada só e fez uma careta feia.

__Minha Nossa Senhora, o que é que ocê pôis nesse chá, Chico?

__É boldo, hortelã, erva doce, cidreira, manjericão e mastruço. Bom pro fígado e ainda espanta os vermes, Seu Genildo.

__Mas então isso é remédio, num é chá. E sem açúca, vixe que coisa ruim!

Seu Genildo tem os dentes todos falhados e diz que dentista só se for com anestesia geral, que ele morre de medo dessa gente de branco. De pequeno, quando tinha dor de dente, a mãe mandava botar leite de taiuveiro. Era tiro e queda, a dor passava, mas depois de alguns dias o dente ia rachando, pretejando e caindo aos pedaços até que só sobrava o buraco da raiz…

Numa das orelhas ele coloca o cigarro de palha apagado, na outra uma folha verde.

__Pra que serve essa folha na sua orelha, seu Genildo?

__Você que conhece pranta num sabe não? Isso é pra azia, Chico. Quarqué pranta  moiada serve.

__O que é pranta moiada, seu Genildo?

__Pranta moiada é dessas que ocê espreme e sai um cardo. Botô na orêia a azia some em 5 minuto

Seu Genildo toma uma pinga lascada, mas segundo ele agora tá controlado, bebe pouco em relação ao que bebia uns anos atrás. A culpa é da tal de Lei Seca. Antes ele bebia para poder relaxar e dirigir melhor. Se gaba de nunca ter tido um acidente, já que, por garantia, ele parava até em sinal verde… A esposa, segundo ele, não se incomoda com a cachaças que o marido toma, porque sabe que ele bebe com responsabilidade… Teve um ano que ele bebeu mais de 300 litros de pinga! Agora é menos, bebe só um litro por semana e só nas refeições…

Seu Genildo me mostra um dedo torto e conta que foi esmagado numa prensa, quando ele era jovem e tomava todas. Nesse tempo ele trabalhava de segurança em carro forte e não sabe como não virou bandido, porque o dinheiro que passava por suas mãos era muito.

__Nesse época do acidente eu bebia demais da conta. Eu tinha tanto arco no sangue que nem a nestresia num pegô. Foi preciso apricá a injeção mais forte que eles tinha no hospital, porque senão eu num guentava a dô.

A mulher de Genildo trabalha fora e quando ela não pode cozinhar ele se vira com um café e pão com mortadela. Mesmo que tenha comida na panela, ele não pega, fica mesmo é no pão com mortadela. Foi acostumado assim pela mãe, a ser servido. E com 26 anos de casado, ele nunca tirou comida da panela, quem faz seu prato é a mulher! O casal tem 4 filhos e a cada parto, durante o resguardo da mulher, a comida dele e dos filhos já nascidos sempre foi café com pão, que perto do fogão ele só chega para esquentar a água do café…

__Mas o senhor nunca morou sozinho, seu Genildo?

__Já morei, sim.

__E como o senhor fazia pra comer?

__Nesse tempo eu namorava uma menina de família até 10h da noite. Depois que ela ia embora eu abria a porta da casa e aquilo enchia de puta e travesti. Eles é que cozinhavam pra mim.

Nesse tempo ele aprontava com essa turma. Contou, se gabando, que até banho em caixa d’água de vizinho ele tomava, só de farra… Diz ele que os vizinhos sabiam mas não falavam nada…

__Antes o povo era mais bom, Chico. Vai fazer uma coisa dessas hoje…

Como eu tinha pressa de me mudar para a casa nova, seu Genildo trabalhou também no domingo, pra ver se me liberava um quarto pra eu enfiar minha mudança. Na hora do almoço ofereci um arroz com ovo pra ele, que recusou. Passou o dia todo na base do café frio e super doce, que ele trouxe numa gafarra pet. Café e cigarro de palha.

Quando foi lá pelas 4h da tarde ele se desculpou:

__Chico, eu não vou podê terminá o serviço hoje, mas amanhã eu prometo, esse seu quarto fica pronto.

__Tá cansado, seu Genildo, ou vai ver o jogo?

__Não, é que eu já atrasado pro Domingão do Faustão, o único programa que presta da gente  no domingo.

__Tudo bem, seu Genildo, mas antes de sair não se esqueça de fechar bem as janelas que o tempo tá virado pra chuva.

Anúncios

Tags: , , , ,

3 Respostas to “Seu Genildo”

  1. gsalgado76 Says:

    Muito bom Chico! adorei “entrar” na realidade do seu Genildo!
    E muito legal o seu relato sobre o cha se ervas que voce preparou para o seu Genildo! Eu acho que voce tem um conhecimento incrivel sobre plantas Chico, isso e muito interessante, eu adoraria ler mais tambem sobre seus conhecimentos praticos como eremita. abracao

    • chicoabelha Says:

      Valeu, Gui!
      Anotado, mas acho que vc vai ter que se contentar com as informações a conta gotas, pois não tenho inclinação para escrever manuais práticos, sou mais do romance e fantasia da escrita livre. Contudo, a opinião dos leitores sempre acaba influenciando este escriba canceriano! rsrs!
      Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: